Regina convida reverenda Jane como secretária adjunta da Cultura

Convidada pelo presidente Jair Bolsonaro, a atriz ainda não confirmou oficialmente se assumirá o cargo de secretária da pasta

Reprodução/InstagramReprodução/Instagram

atualizado 23/01/2020 16:22

Apesar de ainda não ter confirmado oficialmente que assumirá a Secretaria de Cultura, a atriz Regina Duarte já participou de mudanças internas na pasta. Nesta quinta-feira (23/01/2020), a artista convidou a atual secretária de Diversidade Cultural, Jane Silva, para ocupar o cargo de secretária adjunta temporariamente.

Segundo o órgão, Jane foi convidada por Regina e pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. Ela ocupará o posto de secretária interinamente até que haja definição sobre a nomeação de Regina Duarte. “Jane ficará como adjunta até que alguém assuma a pasta. Quando alguém assumir, então haverá definição sobre a continuidade dela, ou não”, explicou em nota.

Conhecida como reverenda, Jane é pastora e presidente da Associação Cristã de Homens e Mulheres de Negócios e da Comunidade Internacional Brasil & Israel. Ela atuou durante dois anos como presidente da International Christian Embassy Jerusalem, em Minas Gerais.

No Instagram, Jane publicou uma foto ao lado de Regina na qual diz: “Como Secretária da Diversidade Cultural, dou maior apoio para Regina Duarte aceitar o convite do JB [Jair Bolsonaro]”. A atriz foi convidada pelo mandatário do país na segunda-feira (20/01/2020), no Rio de Janeiro.

Na ocasião, Bolsonaro afirmou que estava “noivo” e Regina disse que estaria em estado de “teste” para assumir a secretaria. A atriz, caso enfim aceite o convite, substituirá Roberto Alvim, demitido após ter publicado um vídeo parafraseando um discurso do ministro da Propaganda da Alemanha nazista, Joseph Goebbels, para divulgar o Prêmio Nacional das Artes.

Nesta manhã, antes de embarcar para a Índia, o chefe do Executivo sinalizou que Regina assumirá a secretaria apenas depois da volta dele para Brasília, na próxima terça-feira (28/01/2020). “Está tão bom ser noivo. Está indo bem, ela está perfeitamente adaptada, parece que está no governo há um tempão. Está cheia de vontade, tenho conversado com ela, dando dicas.”

“Eu acho que esse casamento vai dar o que falar. Não é agora, não”, disse o presidente, ao deixar o Palácio da Alvorada.

Últimas notícias