“Quem é Alexandre Frota?”, ironiza Bolsonaro após expulsão do PSL

O parlamentar deixou a legenda depois de ter feito críticas ao presidente da República e optado pela abstenção na votação da Previdência

Igo Estrela/Especial para o MetrópolesIgo Estrela/Especial para o Metrópoles

atualizado 15/08/2019 15:13

Ao ser questionado sobre a saída do deputado Alexandre Frota do PSL, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) ironizou o tamanho político do ex-colega de legenda. “Nem sei quem é. Quem é Alexandre Frota?”, devolveu a pergunta a jornalistas ao deixar o Palácio do Alvorada, na manhã desta quinta-feira (15/08/2019).

Frota foi expulso do PSL após ter feito críticas ao presidente e ter optado pela abstenção na votação em segundo turno da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, na semana passada, contrariando orientação do partido. O parlamentar recebeu convites para se filiar ao PSDB, ao DEM e ao Podemos.

Cada vez mais alinhado ao governador de São Paulo, João Doria, o deputado poderá integrar a legenda tucana, que também está em movimento de descolamento da imagem do presidente.

O deputado foi expulso do PSL nessa terça-feira (13/08/2019) após reunião do diretório do partido. O combustível para a crise veio da votação da Previdência. O parlamentar reagiu ao ser destituído da vice-liderança da sigla na Câmara dos Deputados.

Frota se elegeu com 155 mil votos, na esteira da onda que consagrou Bolsonaro e muitos candidatos do PSL em outubro de 2018. Desde o início do mandato, entretanto, foi se afastando do governo e de vários dos mais vistosos aliados, como a deputada Carla Zambelli.

O congressista optou por não se alinhar automaticamente a todas as decisões de Bolsonaro, e, ao se dizer “decepcionado” com a atuação do correligionário nos primeiros meses, entrou na mira dos bolsonaristas mais ferrenhos.

Ele criticou, por exemplo, a nomeação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, para a Embaixada do Brasil em Washington.

Últimas notícias