Carla Zambelli protocola representação para expulsar Frota do PSL

Os motivos, segundo Carla, seriam as críticas ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), além de “ataques” a outros integrantes

Hugo Barreto/MetrópolesHugo Barreto/Metrópoles

atualizado 07/08/2019 13:00

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) protocolou, nesta quarta-feira (07/08/2019), no Diretório Nacional do PSL, a representação que pede a expulsão do deputado Alexandre Frota (PSL-SP) do partido. Ela atribui ao colega de partido “infidelidade partidária”.

Os motivos, segundo Carla, seriam as críticas ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), além de “ataques” a outros integrantes do partido, que, baseado na representado, não teriam “fundamentos”.

A deputada citou ainda a abstenção do deputado na votação do segundo turno da reforma da Previdência. “Ele ataca sem apresentar nenhum argumento concreto e ainda se pronuncia por diversas vezes ‘em nome do Partido’, dando a entender que seria a opinião da maioria”, afirmou Zambelli.

SOBRE O AUTOR
Gabriela Vinhal

Formada em jornalismo pela Universidade Católica de Brasília (UCB) em 2013. Trabalhou no Jornal de Brasília e no Correio Braziliense, onde passou publicou reportagens sobre direitos humanos, nas editorias de Esporte, Política e Brasil para o impresso. Cobriu as eleições de 2018 e a posse presidencial. Repórter do Metrópoles desde maio de 2019.

Últimas notícias