País vai decolar com reajustes no Orçamento, diz Bolsonaro

Presidente disse ser obrigado a tomar algumas medidas que não gostaria em relação aos gastos públicos, como a reforma da Previdência

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 04/09/2019 15:27

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse, nesta quarta-feira (04/09/2019), que até 2022 o pais deverá decolar. “Se Deus quiser, antes de 2022, nós começaremos a decolar com reajustes no tocante ao nosso orçamento”, afirmou durante cerimônia de entrega da Aeronave Embraer KC-390, em Anápolis (GO), ao lado do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM).

Bolsonaro disse ser obrigado a tomar algumas medidas que não gostaria em relação aos gastos públicos e citou como exemplo a reforma da Previdência.

O presidente voltou a falar sobre a questão da soberania da Amazônia e reclamou que governos anteriores não tiveram a mesma preocupação. Bolsonaro afirmou que o governo não terá uma posição “passiva” em relação à Floresta Amazônica e ressaltou o caráter pacífico do Brasil.

O chefe do Executivo repetiu uma frase dita anteriormente pelo governador: “Se queres a paz, prepare-se para a guerra”. Em oito meses de governo, essa é a quinta vez que Bolsonaro visita o estado.

Últimas notícias