*
 

Durante a Marcha dos Prefeitos – que acontece até quinta-feira (24/5) em Brasília e reúne os chefes do Executivo municipal da maioria das cidades brasileiras –, o pré-candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, comentou a confirmação do ex-ministro Henrique Meirelles como um dos pré-candidatos ao Palácio do Planalto.

Ciro afirmou ser amigo de Meirelles, já que os dois trabalharam juntos no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mas já vem criticando recentes decisões do economista. “A presença do Meirelles, claro, qualifica o debate. Mas acho que ele cometeu o maior erro da sua vida, ao filiar a esse partido e ao participar desse governo”, alfinetou.

O pedetista foi o segundo a falar no evento. Antes, o senador Alvaro Dias (Podemos-PR) fez sua exposição. De acordo com o parlamentar, a desistência do presidente Michel Temer (MDB) da corrida pela reeleição significa que “o povo brasileiro é mais inteligente do que se acha”.

Também ex-ministra no governo Lula, Marina Silva foi a última dos presidenciáveis a conversar com a imprensa, nesta terça. Sobre Henrique Meirelles, disse que a confirmação de sua candidatura já era esperada, já que Temer “tem 3% de popularidade e que, dentro da margem de erro, pode ser que seja aprovado por 0% da população”.

Antes, os candidatos ao Palácio do Planalto participaram de um painel e tiveram quatro minutos para responder cada uma das cinco perguntas formuladas pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). Os questionamentos abordaram problemas enfrentados pelas cidades do país nas áreas de saúde, educação, saneamento básico e divisão de impostos.

Estava previsto ainda a presença da pré-candidata Manuela D’Ávila (PCdoB), que não apareceu. Nesta quarta (23), Geraldo Alckmin (PSDB), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL), Afif Domingos (PSD) e Guilherme Boulos (PSol) participarão da Marcha dos Prefeitos e serão sabatinados. Lula, que está preso em Curitiba (PR), mandará um documento que deve ser lido pela presidente do PT, Gleisi Hoffmann.