Justiça do Paraná manda soltar José Dirceu

Decisão de juíza da Vara de Execuções Penais determina emissão imediata do alvará de soltura do ex-ministro

atualizado 09/11/2019 9:41

Menos de uma hora depois de o juiz federal Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Federal de Curitiba, manter nesta sexta-feira (08/11/2019) a prisão do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e pedir posição da Justiça estadual, a juíza Ana Carolina Ramos, da Vara de Execuções Penais em Curitiba, mandou soltar o petista. Dirceu deixou a carceragem logo depois.

Ela citou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de proibir a prisão de condenados em segunda instância, antes do transitado em julgado (quando não há mais possibilidade de recursos) e mandou expedir imediatamente o alvará de soltura de Dirceu.

Dirceu é condenado a 30 anos, 9 meses e 10 dias de reclusão, na Operação Lava Jato, e cumpre pena por corrupção e lavagem de dinheiro.

Veja a decisão:

Reprodução