Hoje sim: Bolsonaro liga para presidente eleito do Uruguai

Ao contrário do que aconteceu após a eleição argentina, presidente brasileiro parabenizou o candidato – de centro-direita – eleito

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 28/11/2019 17:42

Ao contrário do que ocorreu quando o esquerdista Alberto Fernández foi eleito presidente da Argentina, em outubro, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ligou para parabenizar o escolhido pelos uruguaios para comandar o país, Luis Lacalle Pou.

De acordo com nota divulgada pelo Itamaraty, Bolsonaro ligou para Lacalle Pou, que se identifica como um político de centro-direita, e “felicitou-o pela recém-confirmada vitória nas eleições”.

Ainda segundo a nota do Ministério das Relações Exteriores, Bolsonaro “fez votos de pleno êxito ao presidente Lacalle no desempenho do mandato conferido pelos uruguaios e assegurou sua determinação de trabalhar em conjunto em prol do bem-estar dos dois povos”.

O brasileiro também convidou o colega a vir a Brasília “em breve” para uma visita oficial. Bolsonaro já havia dito que pretende ir à posse uruguaia. “Se não estiver morto, irei à posse. Só desse, o outro [refere-se ao argentino Fernández] eu converso com ele. Ele [Pou] não se manifestou como o da Argentina se manifestou”, disse Bolsonaro na última segunda (25/11/2019).

Quando o presidente argentino foi eleito, Bolsonaro foi duro:  “A Argentina escolheu mal. Primeiro, foi o tal do Lula Livre, dizendo que ele [Lula] está preso injustamente. Ou seja, disse a que veio”, atacou. O brasileiro também confirmou que não irá à Argentina para a posse.

Últimas notícias