Haddad diz que não vai ser candidato a prefeito de São Paulo em 2020

À GloboNews, ex-ministro afirmou que a missão dele é, conjuntamente com o PT, preparar as bases para as próximas eleições

Reprodução/TwitterReprodução/Twitter

atualizado 18/07/2019 22:38

Segundo colocado na disputa presidencial do ano passado, Fernando Haddad (PT) disse em entrevista à jornalista Miriam Leitão, da GloboNews, que não vai ser candidato a prefeito de São Paulo no ano que vem. Ele ocupou o cargo de 2013 a 2016.

Haddad disse que a missão dele é, conjuntamente com o PT, preparar as bases para a eleição de 2020. “O PT está passando um ano de se repensar. Vai ter um Congresso Nacional, vai se reposicionar, fazer balanço dos governos, acertos e erros, futuro”, afirmou.

Ao citar as conversas sobre o futuro, Haddad diz que tem como projeto a reunião de um “centro progressista”.

Guinada à direita
Desta espécie de aliança informal, fazem parte o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) e o ex-candidato a presidente Guilherme Boulos (PSol).

O petista falou ainda em contatos com a Rede e com setores do PSDB, que, segundo ele, estão insatisfeitos com a “guinada à direita” da sigla.

Últimas notícias