Frota se diz desiludido com Bolsonaro: “Minha maior decepção”

Deputado federal, que é do mesmo partido do presidente da República, ainda afirmou sentir "nojo" do bolsonarismo "xiita"

Hugo Barreto/MetrópolesHugo Barreto/Metrópoles

atualizado 19/07/2019 15:07

O deputado federal Alexandre Frota (PSL-SP) afirmou estar desiludido com o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). O parlamentar disse, em entrevista à revista Época, que sente “nojo” do bolsonarismo “xiita” e que defende João Doria (PSDB) para comandar o país em 2023.

“Eu aprendi muito cedo na Câmara que você não tem muito tempo para se decepcionar com as pessoas. Mas quem mais me decepcionou, com toda a certeza, foi o Bolsonaro”, admitiu o deputado federal, após afirmar que a articulação do Executivo com a Câmara dos Deputados não existe.

“Bolsonaro precisa olhar um pouco para trás, para as coisas que ele prometeu. Quero que ele termine o mandato e acerte. Mais do que tudo, o Brasil precisa andar. Não estou mais preocupado com o que o Bolsonaro vai fazer ou não. Só não quero que ele erre”, complementou.

Alexandre Frota, em seguida, demonstrou irritação com as críticas de parte dos apoiadores do presidente Bolsonaro a respeito da reforma da Previdência, aprovada no primeiro turno pela Câmara dos Deputados. Em comparação com o texto enviado pelo Executivo, a reforma teve alguns pontos aliviados e foi chamada de “meia-boca” por grupos bolsonaristas.

“A reforma atingiu números excelentes, como disse o [Paulo] Guedes. Bolsonaro afirmou que errou na reforma dos policiais e pediu que o Congresso consertasse, jogou em nossas costas. Os bolsonaristas radicais precisam ganhar uma eleição antes de criticar”, destacou o deputado paulista.

Em seguida, Frota afirmou que recebe muitos ataques de olavistas, os seguidores do professor de filosofia on-line Olavo de Carvalho. “Nenhum ali vale nada. Não dependo dos olavetes para porra nenhuma. Não me deram um voto. Os bolsonaristas que não gostam de mim são xiitas. Me dão nojo. Atrás do computador é fácil, são iguais os petistas: fazem barulho, mas são cagões”, pontuou.

Por fim, o parlamentar elogiou o DEM, partido dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (AP). Frota  disse ainda que o atual governador de São Paulo, João Doria, é um forte candidato para as próximas eleições presidenciais.

“O Rodrigo Maia me chamou para o DEM, e o João Doria para o PSDB. O DEM é o partido mais forte dentro da Câmara, dominou Casa Civil, Senado, Câmara e ministérios. Se fizerem a chapa Doria-ACM, vai ser uma grande chapa presidencial”, comentou.

Últimas notícias