Fala de Bolsonaro foi “inadequada e inoportuna”, diz João Doria

Governador de São Paulo ainda disse que faltou "bom senso" para o presidente brasileiro

HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO CONTEÚDOHÉLVIO ROMERO/ESTADÃO CONTEÚDO

atualizado 24/09/2019 13:59

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), criticou o discurso do presidente Jair Bolsonaro (PSL) na Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), realizado na manhã desta terça-feira (24/09/2019). O tucano afirmou que a fala do mandatário brasileiro foi “inadequada e inoportuna”.

“[O discurso] não teve referências que pudessem trazer respeitabilidade e confiança no Brasil no plano ambiental, econômico ou político”, disse o governador paulista. Doria afirmou também que notou a “péssima repercussão” mundial da fala. Para ele, faltaram “bom senso e humildade” a Bolsonaro.

Em seu discurso, o mandatário brasileiro destacou uma espécie de “renascimento” do Brasil após o país ter quase se tornado, na sua avaliação, um país “socialista”. Ainda segundo Bolsonaro, “é falácia propor que a Amazônia seja internacional”.

Ao longo da fala, o presidente reiterou a disposição do governo de tocar reformas econômicas, elogiou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e defendeu a pluralidade religiosa. Veja aqui a íntegra do discurso de Bolsonaro na abertura da 74ª Assembleia Geral ONU.

Bolsonaro e Doria têm se afastado cada vez mais. Ambos são possíveis candidatos ao cargo de presidente da República em 2022.

Últimas notícias