Bolsonaro vai ao Rio se encontrar com Regina Duarte

A atriz foi convidada para assumir a gestão da cultura no governo federal. Secretaria especial está vaga desde a demissão de Roberto Alvim

Michael Melo/MetrópolesMichael Melo/Metrópoles

atualizado 20/01/2020 11:12

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) embarcou na manhã desta segunda-feira (20/01/2020) para o Rio de Janeiro, onde deve se encontrar com a atriz Regina Duarte, convidada por ele para assumir a gestão da Cultura no governo federal. O encontro deve ocorrer às 15h.

Bolsonaro estuda recriar o Ministério da Cultura para acolher a atriz. A leitura no governo é que o nome dela é poderoso demais para ocupar apenas uma secretaria, status atual da pasta, que é subordinada ao Ministério do Turismo.

O comando da cultura está vago desde a última sexta-feira (17/01/2020), quando Bolsonaro cedeu a pressões e demitiu o dramaturgo Roberto Alvim, que parafraseou em discurso o nazista Joseph Goebbels. Ao jornal O Estado de S. Paulo, Alvim disse que, apesar da origem espúria, assina embaixo da frase “perfeita”.

Ao deixar o Palácio da Alvorada nesta segunda-feira (20/01/2020), o presidente conversou e tirou selfies com apoiadores, mas se recusou a responder jornalistas. Ele disse que não falaria para evitar acusações de uma “associação” de que faz ataques à imprensa.

A agenda oficial de Bolsonaro no Rio começa às 10h, quando o presidente se encontra com o prefeito Marcelo Crivella. A princípio, ele deixa a capital fluminense às 16h20 para retornar a Brasília. O Planalto não confirma o horário em que Bolsonaro e Regina Duarte devem se encontrar.