Bolsonaro se desliga de termo “mito” ao se referir a médicos

Expressão é usada por bolsonaristas. Presidente agradeceu atividade dos médicos

redes sociais/ reproduçãoredes sociais/ reprodução

atualizado 12/09/2019 13:40

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) compartilhou, nesta quinta-feira (12/09/2019), foto com os médicos Antonio Luiz Macedo, que fez a cirurgia deste último domingo (08/08/2019), e Luiz Henrique Borsato, cirurgião da Santa Casa de Misericórdia que participou da operação após a facada em Juiz de Fora (MG).

Ao agradecer o trabalho dos profissionais, o mandatário brasileiro tentou se desvincular do adjetivo “mito”, termo com qual seus eleitores costumam se referir ao presidente. “No centro, apenas o presidente da República, Jair Bolsonaro, que sem os dois e Deus, não teria vida”, escreveu, em rede social.

No último domingo (08/09/2019), o presidente foi submetido a uma cirurgia para a correção de uma hérnia. Essa foi a quarta intervenção relacionada ao atentado sofrido em Juiz de Fora (MG) no ano passado, durante campanha eleitoral. O procedimento durou aproximadamente cinco horas.

Boletim médico divulgado nesta quinta pela equipe do Hospital Vila Nova Star apontou que o Bolsonaro apresenta evolução clínica favorável, mas continua com a alimentação direto na veia, por meio de uma sonda nasogástrica. De acordo com o documento, ele está sem dor, sem febre e tem recuperado progressivamente os movimentos intestinais.

Últimas notícias