Bolsonaro elogia Sistema S por inaugurar escola militar no Piauí

Colégio chegou a receber um letreiro com o nome do presidente. O equipamento foi retirado por decisão do diretor regional do Sesc

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 14/08/2019 16:14

Mesmo defendendo cortes no Sistema S desde a campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) parabenizou o conjunto de instituições, nesta quarta-feira (14/08/2019). O elogio está relacionado à inauguração de uma escola militar do Sesc em Parnaíba, no Piauí, que pode — a depender de desdobramentos judiciais receber o nome do chefe do Executivo federal.

Segundo Bolsonaro, o investimento das entidades em educação é bem-vindo. “Dessa forma, nós ajudaremos a mudar o futuro do Brasil. Com boas instruções, nós podemos mudar o futuro do Brasil. Parabéns para o Sistema S”, declarou, durante viagem à cidade piauiense.

O Sistema S é um conjunto de instituições corporativas voltadas a treinamento profissional, pesquisas e assistências técnica e social.

O mandatário da República disse que o colégio, com pé-direito alto, lembra os tempos dele de escola. Todavia, ressaltou que, além de uma boa estrutura, a capacitação de profissionais da educação é fundamental para que a instituição tenha um bom desempenho. “Para ensinar a molecada o caminho certo, do dever”, salientou.

O Ministério da Educação anunciou, dentro do planejamento estratégico para a educação básica, a implementação de 108 escolas cívico-militares até 2023.

Letreiro polêmico
A Escola Militar Sesc recebeu um letreiro com o nome do presidente Jair Bolsonaro, mas a placa foi retirada na semana passada por decisão do dirigente regional do Piauí, Valdeci Cavalcanti.

Um advogado entrou na Justiça Federal no Piauí para que fosse impedida a nomeação da escola em homenagem ao chefe do Executivo federal, mas teve o pedido de liminar negado nessa terça-feira  (13/08/2019). O juiz José Gutemberg de Barros Filho entendeu que não há impedimento legal, pois o prédio não é público.

Bolsonaro, que foi convidado para a inauguração pelo prefeito de Parnaíba (PI), Mão Santa, afirmou se sentir honrado com a possibilidade da homenagem e que espera a manutenção do nome no colégio militar.

“Ações na Justiça estão sendo movidas. Caso elas sejam vencidas, o prefeito que decide e, com certeza, vai decidir por manter o nome. No momento, está sub judice. Eu não vim aqui para fazer campanha antecipada. Vim para dar um abraço no prefeito”, enfatizou o presidente da República. 

Últimas notícias