Bolsonaro é denunciado a tribunal por crimes contra humanidade

A representação contra o presidente foi feita nessa quarta-feira pelo Coletivo de Advocacia em Direitos Humanos

JP Rodrigues/MetrópolesJP Rodrigues/Metrópoles

atualizado 28/11/2019 9:20

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) foi denunciado ao Tribunal Penal Internacional (TPI) por crimes contra a humanidade, nessa quarta-feira (27/11/2019). A representação foi feita pelo Coletivo de Advocacia em Direitos Humanos.

A partir de agora, caberá ao TPI avaliar se abrirá a investigação contra o chefe do Executivo ou não. A denúncia, de acordo com o jornal Folha de S.Paulo, acusa Bolsonaro de incitar a violência contra populações indígenas e tradicionais. A entidade também classifica que o presidente foi omisso na resposta a crimes ambientais na Amazônia.

Ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã desta quinta-feira (28/11/2019), Bolsonaro se esquivou do assunto. Depois de ser questionado sobre o assunto, apenas deu um sorriso e disse “próxima pergunta”.

Além do coletivo, assinam a peça de denúncia o ex-ministro José Gregori e os advogados Antonio Carlos Mariz de Oliveira, Eloisa Machado e Juliana Vieira dos Santos.

O Tribunal Penal Internacional iniciou as atividades em 2002 e costuma se dedicar a casos de genocídio e crimes contra a humanidade.

Últimas notícias