Alcolumbre anuncia comissão mista para discutir crise na Amazônia

O presidente do Senado Federal afirmou, em nota, que é preciso "centralizar debate" sobre os incêndios que atingem a floresta brasileira

Waldemir Barreto/Agência SenadoWaldemir Barreto/Agência Senado

atualizado 23/08/2019 19:54

Com o agravamento de incêndios na Amazônia, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), anunciou nesta sexta-feira (23/08/2019) que pretende instalar na próxima terça-feira (27/08/2019) a Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC).

Quem comandará o colegiado será o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), enquanto a relatoria ficará sob a responsabilidade de um deputado.

Em nota, o senador afirmou que será um “espaço adequado para centralizar o debate” sobre os incêndios que atingem a Amazônia. Segundo Alcolumbre, o assunto “merece atenção diferenciada” para que o Congresso Nacional apresente ao país e ao mundo “soluções efetivas”.

“Como presidente do Senado Federal e do Congresso Nacional, externo a preocupação de todos os parlamentares com as queimadas que atingem a Amazônia nos últimos dias. O nosso sentimento é de que este assunto merece uma atenção diferenciada para que possamos apresentar ao Brasil e ao mundo soluções efetivas”, escreveu.

Na quinta (22/08/2019), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou, no Twitter, que criará uma comissão externa para acompanhar o problema. Ele antecipou ainda a instalação da comissão mista, confirmada por Alcolumbre nesta sexta.  Com a medida, Maia espera fortalecer as exportações do agronegócio e preservar o meio ambiente.

Últimas notícias