Policial é morto na fronteira do Brasil com Paraguai

Vítima foi executada com 36 tiros, a maioria na cabeça. Ele é o segundo policial assassinado em menos de 24 horas

atualizado 13/10/2021 11:13

Policial morto na fronteira com ParaguaiReprodução

O policial paraguaio Hugo Ronaldo Acosta, de 32 anos, foi morto com 36 tiros, na noite desta terça-feira (11/10), em Pedro Juan Caballero, na fronteira entre Brasil e Paraguai.

De acordo com a imprensa local, Hugo foi executado dentro do carro a caminho da região de Cruce Bella Vista. Ele foi o segundo policial do Departamento de Amambay morto em 24 horas. Na manhã do mesmo dia, o suboficial da polícia do país, Pastor Miltos Duarte, foi executado em sua casa a cerca de 60 quilômetros da cidade em que ocorreu o segundo crime.

0

Acosta foi atingido na cabeça pela maior parte dos tiros. Um homem de camisa preta foi visto por testemunhas se aproximando e pegando a arma do policial de dentro do veículo.

No último dia 9, um tiroteio na cidade deixou cinco vítimas, incluindo Farid Charbell Badaoui Afif, 37 anos, vereador de Ponta Porã, e a filha, Haylee Carolina Acevedo Yunis, 21.

Últimas notícias