Polícia se retrata e diz que vítima de tiros na fronteira do Paraguai está viva

Jovem foi baleada na fronteira entre Brasil e Paraguai. Mais cedo, autoridades confirmaram morte, mas ela está internada em hospital

atualizado 12/10/2021 17:10

Reprodução

A Polícia do Paraguai se retratou após divulgar que Rhafaelly de Nascimento Alves, de 20 anos, havia morrido nesta terça-feira (12/10). A jovem, que foi alvo de disparos durante a chacina em Pedro Juan Caballero, chegou a ser cotada como quinta vítima, mas está viva.

O Hospital Regional de Ponta Porã afirma que Rafaelly está viva e orientada. Autoridades paraguaias haviam confirmado a morte da jovem. No entanto, o chefe de investigação de homicídios, Hugo Grance, confirmou que foi um equívoco da equipe técnica.

Leia mais no portal Topmídia News, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias