Policial civil que atuou em operação no Jacarezinho morre de Covid-19

Alexandre Panichi, de 43 anos, lutava contra complicações da doença há quase 50 dias, segundo secretaria de Polícia Civil

atualizado 28/06/2021 16:22

Policial Civil do Rio morre de covid-19Divulgação Polícia Civil do Rio de Janeiro

Rio de Janeiro – Morreu em decorrência da Covid-19, o policial civil Alexandre Panichi, de 43 anos, da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), nesta segunda-feira (28/6). Ele participou da operação na comunidade do Jacarezinho, que resultou em 28 mortes, no dia 6 de maio.

Em nota em uma rede social, a Secretaria de Polícia Civil informou que ele lutava há quase 50 dias em decorrência das complicações da doença. Panichi era policial civil há sete anos. Segundo a polícia, a “coragem, a humildade e o profissionalismo” eram características da vítima da doença.

A ação no Jacarezinho é considerada a mais letal das história do estado. Vinte e sete acusados e mais o policial civil André Frias morreram na operação. Panichi, segundo a polícia, atuou para retirar barreiras colocadas por traficantes de drogas na região.

“Infelizmente, as mortes causadas por esse vírus continuam sendo uma triste realidade. É importante que todos sigam as medidas protetivas. A pandemia ainda não acabou”, divulgou a secretaria em nota. O país já superou mais de 500 mil mortos por Covid-19.

Mais lidas
Últimas notícias