Polícia vai ouvir funcionários de motel onde Anderson Leonardo e MC Maylon estiveram

Investigadores também aguardam imagens de circuito interno de vídeo. Mãe da suposta vítima nega chantagem contra o pagodeiro

atualizado 07/02/2021 16:29

Anderson Leonardo, vocalista do grupo MolejoInstagram/Reprodução

Rio de Janeiro – Investigadores da 33ª DP (Realengo), que apuram a denúncia de estupro contra o cantor Anderson Leonardo, vocalista do Grupo Molejo, aguardam os funcionários do motel onde o crime teria ocorrido para que prestem depoimento.

A polícia também aguarda as imagens das câmeras do circuito interno de vídeo do local para tentar esclarecer se houve, de fato, a agressão relatada pelo MC Maylon, com quem Anderson admitiu ter tido relações sexuais, segundo ele, consensuais, negando o crime: “Comi? Comi. Estuprei? Não”, disse o cantor.  Os dois poderão ser submetidos a uma acareação.

Anderson contou em live transmitida neste sábado (6/2) que após o encontro com o MC Maylon, a mãe do dançarino Jupira Pinto, 43, ajudou o filho a chantagear o pagodeiro. Ela, no entanto, nega e garante que encontrou Anderson apenas para para pedir que ele financiasse exames para detecção de Infecções Sexualmente transmissíveis (ISTs), uma vez que a relação sexual teria ocorrido sem uso de preservativos.

0

“A gente nunca chantageou o Anderson. A única coisa que a gente queria do Anderson era médico, mais nada. Expliquei bem para ele, que Maylon precisava de médico Maylon nunca tinha tido parceiro — disse Jupira ao Jornal Extra.

A mãe do MC disse também que o filho não registrou ocorrência imediatamente contra o cantor por se tratar de uma acusação contra pessoa pública “A gente da família está dando apoio a ele, mas a gente está enfrentando isso tudo de maneira vergonhosa. A gente acaba sentindo vergonha por tudo que a gente passa, evitando ir à rua, evitando tanta coisa”, lamenta Jupira, que assistiu a live feita por Anderson na qual conta detalhes sobre o ato sexual. “Ali ele fala coisas horríveis. São coisas que ninguém gostaria de estar vendo, ouvindo, ainda mais eu como mãe”, avaliou.

Últimas notícias