Polícia investiga morte de adolescente após relação sexual em Anápolis

A jovem, de 17 anos, chegou a ser encaminhada ao hospital, pelo companheiro, mas morreu; polícia investiga o caso

atualizado 27/04/2021 18:00

goias delegacia de homicídios anápolisDivulgação/Polícia Civil

Goiânia – Uma adolescente de 17 anos acabou morrendo supostamente após uma relação sexual na noite do último sábado (24/4). Ela apresentou grande sangramento e chegou a ser levada ao hospital pelo companheiro, mas não resistiu. A Polícia Civil investiga as causas da morte da jovem, que ocorreu no município de Anápolis, a 55 km da capital goiana.

A jovem chegou na Santa Casa de Misericórdia de Anápolis com grande sangramento nas partes íntimas e com as roupas abaixadas, e já não apresentava os sinais vitais. Equipes médicas tentaram manobras de reanimação, mas sem sucesso.

O namorado da adolescente, de 22 anos, contou que os dois mantinham um relacionamento há cinco meses. Aos policiais, o rapaz disse que o casal estava no ato sexual quando a jovem começou a ter a hemorragia e desmaiou. O rapaz disse que chegou a acionar o Corpo de Bombeiros, mas devido à gravidade da situação, resolveu levar a namorada ao hospital por conta própria.

Os policiais foram até a casa onde o casal estava e viram o sangue da adolescente por todo lado. No local, foi realizada uma perícia para auxiliar na elucidação dos fatos.  O namorado foi levado até a Central de Flagrantes para prestar mais esclarecimentos.

Causa

Ao G1, o delegado Luis Carlos Cruz, responsável pelo caso, disse que ainda não é possível determinar o que provocou o sangramento e a morte. “Foi feita uma perícia bem extensa e não foi identificada nenhuma marca de agressão, violência ou lesão. Não foi identificado nenhum problema de saúde que pudesse ter provocado uma hemorragia”, afirmou.

A polícia aguarda o resultado de outros laudos e perícias para tentar identificar as circunstâncias da morte para definir se houve alguma crime e como seria classificado.

O Metrópoles também entrou em contato com a Santa Casa de Misericórdia de Anápolis, mas até o fechamento desta reportagem, não houve resposta.

Outro caso

Uma situação semelhante ocorreu no município de São Vicente (SP), no mês de março. Uma jovem de 18 anos morreu após perder a consciência durante relação sexual com o marido, de 19 anos. O caso foi registrado como morte suspeita para investigação da polícia. Vitória não fumava ou usava drogas e tinha um filho de apenas 2 meses.

Mais lidas
Últimas notícias