Polícia investiga estupro coletivo em favela da zona sul do Rio de Janeiro

A vítima estava em uma festa e ingeriu bebida alcóolica. Ela perdeu os sentidos e, quando acordou, estava sendo violentada

atualizado 08/10/2020 14:50

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga um estupro coletivo contra uma adolescente de 14 anos, no Morro do Cantagalo, em Copacabana. De acordo com informações do jornal Extra, a jovem teria sido abusada depois de um baile funk por cinco homens – deles, dois menores de idade.

A vítima relatou que estava na festa e fez ingestão de bebida alcóolica. Em algum momento, perdeu os sentidos e, quando acordou, estava sendo violentada pelos cinco homens, em 26 de setembro.

A mãe da vítima registrou o caso na segunda-feira (5/10), na 13ª DP (Copacabana). O Instituto Médico Legal realizou exames e constatou a violência sexual. 

Praça Seca

Um caso em 2016 de um estupro coletivo chamou a atenção até da mídia internacional. Uma adolescente de 16 anos foi para uma casa onde teve relações sexuais com Raí de Souza, 22 anos.

No dia seguinte, a jovem foi deixada na casa desacordada. Horas depois, traficantes passaram no local e, ao verem a moça desacordada, decidiram levá-la para outro lugar, onde mais de 30 homens a estupraram.

Últimas notícias