Polícia Federal vai ao Butantan fazer escolta de Coronovac até Guarulhos

PM já havia sido mobilizada para escolta. Vacinação no país começará com imunizante feito em parceria entre Butantan e farmacêutica chinesa

atualizado 17/01/2021 21:59

A Polícia Federal (PF) estacionou viaturas na porta do Instituto Butantan para fazer a escolta da vacina Coronavac até o aeroporto de Guarulhos. A informação é de Mônica Bergamo, colunista da Folha de São Paulo.

As vacinas serão levadas até o galpão em Guarulhos onde o Ministério da Saúde vai armazenar os lotes da Coronavac, para que sejam distribuídos a todo o país.

Os funcionários do Butantan foram surpreendidos com a ação, já que policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar paulista já haviam sido acionados para a escolta. Ainda assim a PF foi até o local, junto a viaturas da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com a colunista, a iniciativa está sendo encarada como mais um capítulo da disputa política do Ministério da Saúde contra o governo de São Paulo, João Doria (PSDB). A Coronavac foi aplicada pela primeira vez neste domingo (17/1) na capital paulista.

Já o presidente Jair Bolsonaro criticou a Coronvac e aposta numa importação emergencial de outro imunizante, desenvolvido pela Oxford/Astrazeneca, da Índia. O país, no entanto, ainda não autorizou a exportação para o Brasil.

Últimas notícias