Pai de menina que matou amiga é preso por porte ilegal de arma de fogo

Homem é atirador esportivo e das sete armas de fogo encontradas na sua casa duas não têm registro

atualizado 13/07/2020 15:34

Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, morreu ao ser atingida por tiro na cabeça em condomínioreprodução

Duas das sete armas encontradas na casa do pai da adolescente de 14 anos que matou a amiga da mesma idade com um tiro acidental nesse domingo (12/7), em um condomínio de luxo de Cuiabá (MT), não tinham registro.

Após o crime, o proprietário do imóvel, que é atirador esportivo, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido. Ele foi autuado pelo crime após ser conduzido à delegacia, mas foi liberado ao pagar fiança.

A vítima, identificada como Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, morreu ao ser atingida pelo disparo de uma arma de fogo feito pela amiga. Elas estavam em um condomínio de luxo em Cuiabá (MT).

A Polícia Civil de Mato Grosso (PCMT) marcou as oitivas para esclarecer a dinâmica do crime. De acordo com a corporação, a garota foi atingida na cabeça e morreu no local, antes mesmo de o Samu chegar.

Isabele foi encontrada no banheiro da casa, que fica no bairro Jardim Itália. Segundo os investigadores, a bala entrou pela narina e saiu pela cabeça.

“A amiga da adolescente que morreu e moradora da casa disse que efetuou o disparo acidental contra a colega”, comunicou a Polícia Civil, em informação divulgada à imprensa.

A Delegacia Especializada de Homicídios abriu uma investigação. “A arma do crime, cápsula e projétil foram apreendidos e passarão por perícia”, disse a polícia.

Últimas notícias