Mega-Sena: contratado para gerir prêmio rouba ganhador e é preso

Suspeito é acusado por apropriação indébita, estelionato, associação criminosa e coação no curso do processo

atualizado 13/12/2019 9:18

Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Contratado como administrador, um homem foi preso suspeito de desviar dinheiro e propriedades de um ganhador da Mega-Sena. Entre as irregularidades, a construção de uma casa avaliada em R$ 4,5 milhões. Ele planejou fugir do país neste sábado (14/12/2019).

André Luiz Lobo, de 39 anos, foi detido na manhã dessa quinta-feira (12/12/2019) na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ).

O trapaceiro é acusado pelos crimes de apropriação indébita, estelionato, associação criminosa e coação no curso do processo.

De acordo com as investigações, André é apontado como o autor de desvio de dinheiro e imóveis de um vencedor do prêmio, após ter sido contratado como administrador. Os bens eram colocados no nome do suspeito e no de familiares.

“Os agentes descobriram uma série de documentos que atestam os crimes”, informou a Polícia Civil do Rio de Janeiro.

A corporação identificou extratos bancários que demonstram o suspeito recebendo salário três vezes no mesmo mês; desvio de aplicações; cópias de escrituras de aquisições imobiliárias.

André ainda é suspeito de construir uma casa em condomínio de luxo na Barra da Tijuca. O imóvel está avaliado em R$ 4,5 milhões, segundo unidade policial.

Ainda de acordo com a especializada, o administrador passou a ameaçar testemunhas e pretendia fugir do país neste sábado (14/12/2019).

Após ser preso, o homem foi encaminhado à delegacia que investiga o caso. A 17ª Vara Criminal da Capital expediu o mandado de prisão temporária.

Últimas notícias