Lutador é preso após matar homem e postar foto nas redes sociais

Igor Uriel, praticante de jiu-jítsu, espancou André Luiz até a morte. "Tenta aí que o azar é certo", escreveu na postagem

atualizado 23/05/2019 10:47

O lutador de jiu-jítsu Igor Uriel Tron Pereira Lomba, 28 anos, foi detido nessa quarta-feira (22/05/2019) acusado pela morte de André Luiz França Caldas, 45. O crime ocorreu horas antes de o suspeito ser levado à prisão, em frente a um bar na Tijuca, na Zona Norte do Rio. As informações são do jornal O Globo.

Após a agressão, Igor publicou uma foto da vítima nas redes sociais com os dizeres: “Tenta aí que o azar é certo. Meche (sic) com quem está quieto”. André estava no chão, com lesões no abdômen e na cabeça. Ele foi levado ao hospital, mas não resistiu ao ataque.

O lutador foi preso por agentes da 19ª DP (Tijuca) e da Delegacia de Homicídios da Capital (DH). Em depoimento à Polícia Civil, Igor afirmou que não conhecia a vítima e que teria reagido a xingamentos e agressões na saída do bar. Disse também que não sabia que André tinha morrido. A foto foi retirada das redes pelo próprio autor.

Depois de prender o suspeito, os investigadores encontraram uma plantação de maconha e uma estufa na casa do lutador. O caso está sendo apurado. Igor foi autuado por homicídio doloso (com intenção de matar).

Últimas notícias