Homem é condenado por matar, cortar e esconder corpo em geladeira

Depois de assassinar, Fábio Machado de Oliveira roubou o carro e o cartão de crédito da vítima

Ichigo121212/Pixabay

atualizado 14/01/2020 11:19

Fábio Machado de Oliveira, de 40 anos, foi condenado a 21 anos e 4 meses de prisão pelo assassinato e ocultação de cadáver de Edinalmo Alves de Oliveira, que trabalhava como decorador. O crime ocorreu em Cuiabá, em outubro de 2018.

O magistrado não acatou a tese da defesa, de que o crime teria ocorrido por ciúmes e lembrou que, depois de matar o decorador, Fábio ainda roubou o carro e cartão de crédito da vítima.

Edinalmo foi morto asfixiado no apartamento em que morava. Ele teve o corpo esquartejado para que coubesse na geladeira. Dois dias depois, Fábio levou o cadáver para um matagal próximo a uma igreja em Várzea Grande.

Confira a reportagem completa no site O Livre, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias