Em ação para frear contrabando, PF encontra droga em berço

A estimativa é de que o grupo tenha transportado cerca de 200 mil maços de cigarros com evasão de mais de R$ 1 milhão em tributos

Michael Melo/Metrópoles

atualizado 11/10/2019 9:29

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (11/10/2019) a Operação Smoke Rent, com o objetivo de desarticular organização criminosa que atua no contrabando de cigarros com o uso de veículos alugados. Agentes cumprem 10 mandados de busca e apreensão em Curitiba e Região Metropolitana, expedidos pela 9ª Vara Federal de Curitiba (PR). Durante a ação, encontraram dinheiro e drogas escondidos em um berço.

De acordo com a PF, a suspeita é de que o grupo de oito pessoas, na tentativa de burlar a fiscalização nas rodovias e evitar a apreensão dos carros particulares pela polícia ou Receita Federal, utilizava veículos alugados para contrabando de cigarros importados do Paraguai.

Os investigadores detectaram 20 automóveis com os quais foram feitas ao menos 25 viagens ao exterior, entre os meses de março e outubro de 2019. A PF identificou a atuação do grupo ao se deparar com uma sequência inusitada de prisões em flagrante, no Paraná. A partir daí, a corporação passou a realizar um cruzamento de dados focado no aspecto financeiro e na descapitalização dos grupos criminosos.

Segundo a corporação, a estimativa é de que o grupo tenha transportado cerca de 200 mil maços de cigarros no período investigado, com evasão de mais de R$ 1 milhão em tributos e multas junto à Receita Federal. As penas relacionadas a contrabando e organização criminosa podem chegar a 8 anos de prisão.

Assista ao vídeo:

Últimas notícias