Acampamentos do MST na Bahia são alvos de operação da PF

Ao todo, foram ocupados aproximadamente 1.727 hectares (19 lotes). "Desocupação ocorre de maneira pacífica", garante PF

atualizado 25/11/2019 13:47

divulgação/ PF

A Polícia Federal (PF) cumpre, na manhã desta segunda-feira (25/11/2019), mandados de reintegração de posse em favor da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

A ação é feita em áreas ocupadas pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Os alvos são os Acampamentos Irani I, Irani II e Abril Vermelho. As áreas ficam nos municípios de Juazeiro (BA) e Casa Nova (BA).

O início da invasão ocorreu em 2012, quando o espaço foi destinado ao projeto de irrigação Salitre. Nesse mesmo ano, a Codevasf entrou com ação judicial pedindo a reintegração de posse.

A decisão foi expedida pela Justiça Federal de Juazeiro (BA). O tribunal também determinou ao Incra o assentamento das pessoas que ocupavam irregularmente a área.

“A desocupação ocorre de maneira pacífica em todas as áreas, sem confronto entre invasores e policiais”, informou a PF, em nota à imprensa.

A Codevasf disponibilizou ônibus para conduzir as pessoas até à nova área e caminhões. O objetivo é transportar os pertences e bens pessoais à localidade de assentamento.

Últimas notícias