PM de folga é acusado de atirar em 4 pessoas; mulher de 65 anos morreu

Policial militar de folga, de 44 anos, teria efetuado disparos em mercado, em São Bernardo do Campo, na noite deste domingo (10/10)

atualizado 11/10/2021 10:02

Policial Militar de folga atirou em quatro pessoas em mercado, em São Bernardo do CampoReprodução

São Paulo – Um policial militar, de 44 anos, é acusado de atirar em quatro pessoas, da mesma família, dentro de um mercado neste domingo (9/10), em São Bernardo do Campo, no interior de São Paulo.

As vítimas são duas mulheres, de 39 e 65 anos, e dois homens, de 43 e 44 anos. Todos trabalhavam dentro do estabelecimento comercial, que iria ser reinaugurado, e está localizado na Estrada da Cooperativa, no bairro Alves Dias.

0

As vítimas dos disparos foram socorridas no Hospital Assunção, mas a mulher de 65 anos não resistiu aos ferimentos e morreu. O policial que teria efetuado os disparos também foi atingido e levado ao Hospital Mário Covas. O PM foi autuado em flagrante.

Homicídio qualificado

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, um celular, o revólver calibre 38 e munições usados no crime foram apreendidos. O caso foi registrado como homicídio qualificado pelo 3º Distrito Policial de São Bernardo do Campo, que solicitou perícia ao Instituto de Criminalística (IC).

A Polícia Civil tenta esclarecer a motivação do ataque à família. As quatro pessoas atingidas estavam preparando o mercado para reinauguração, de acordo com o G1.

De acordo com as investigações, a suspeita é de que o ferimento do policial foi causado de forma proposital, já que ele teria atirado contra si mesmo.

Últimas notícias