PF descobre que mulher recebeu auxílio emergencial 96 vezes em MG

Em operação de combate à fraude, a corporação constatou um “enorme prejuízo aos cofres públicos” apenas no 1º semestre de 2020

atualizado 12/05/2022 15:53

fotos de processos da polícia com a logomarca da PF estampadasPolícia Federal/ Divulgação

A Polícia Federal cumpriu, nesta quinta-feira (12/5), um mandado de busca e apreensão contra fraudes no auxílio emergencial em Córrego Fundo, região Centro-Oeste de Minas Gerais. Uma mulher se cadastrou como beneficiária e recebeu, indevidamente, ao menos 96 benefícios por meio de boletos bancários.

Em um primeiro momento, as autoridades analisaram somente os valores relativos ao primeiro semestre de 2020. No período, foi constatado um “enorme prejuízo aos cofres públicos”. As investigações avançarão para analisar dados do segundo semestre de 2020 e dos anos de 2021 e 2022, posteriormente.

Saiba mais informações no portal BHAZ, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias