Paes libera bares e restaurantes, mas mantém praias fechadas no Rio

Em novo decreto, prefeitura proíbe festas, eventos, boates, feiras, exposições e entrada de ônibus intermunicipais na cidade

atualizado 09/04/2021 9:28

Eduardo Paes, prefeito do Rio de JaneiroAline Massuca/Metrópoles

Rio de Janeiro – Novo decreto da Prefeitura do Rio de Janeiro sobre as medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19 libera o funcionamento de bares, restaurantes e quiosques a partir desta sexta-feira (9/4).

O expediente nesses locais deve ser encerrado às 21h, mantendo, após esse horário, somente os serviços de entrega.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, anunciou também, na manhã desta sexta-feira, a permanência de alguns serviços fechados, como festas e eventos, boates, feiras, parques e cachoeiras e a entrada de ônibus intermunicipais e interestaduais com turistas. Permanência na areia das praias também continua proibida.

“Quando começamos as medidas restritivas no Rio de Janeiro, a média móvel de mortos e de internação estava despencando. Tínhamos um cenário nacional muito grave e uma nota técnica da Fiocruz dizendo que o Rio poderia ficar pior. Mas o fator determinante foi o dado de que pessoas chegavam às unidades de saúde com sintomas de gripe, que poderiam virar Covid. Na época não fomos tão bem compreendidos, mas preferimos trabalhar com antecipação”, explicou o prefeito.

Continuam proibidos exercícios e esportes coletivos, inclusive circuitos e similares, orientados por professores de educação física, seja em áreas abertas ou fechadas, como academias e outras áreas particulares.

Últimas notícias