Otoni de Paula volta a atacar o STF durante manifestação no RJ

Deputado federal se ajoelhou e rezou em ato na Praia de Copacabana e disse que a espada de Deus está apontada para o Supremo Federal

atualizado 07/09/2021 16:31

Deputado federal Otoni de Paula participou de manifestação no RJAdriana Cruz/Metrópoles

Rio Janeiro – O deputado federal Otoni de Paula, que foi alvo de operação do Supremo Tribunal Federal (STF), voltou a atacar a Corte. Nesta terça-feira, 7 de setembro, o político participou da manifestação na Praia de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro.

“Crime de opinião não existe. Ministros do STF: podem vir quente que o Brasil está fervendo. Sou Cristão, pastor, essa luta é espiritual. Lutamos contra demônios. Isso aqui tem poder. Com respeito a todas as religiões. Me permita dobrar os joelhos para Jesus”, disse o político.

0

Otoni se ajoelhou e rezou um pai nosso com os manifestantes na orla do RJ. O deputado lembrou que a Polícia Federal foi à casa dele, mas não por crime de corrupção.

“O patrão são vocês. A polícia federal foi a minha casa mas não foi por corrupção. Depois, estive com o Bolsonaro ele disse que não vai decepcionar o povo. Queremos STF forte, mas para isso temos que tirar os 11 ministros”, afirmou.

Operação com Sérgio Reis

Otoni de Paula foi alvo de operação da PF com o cantor Sérgio Reis por incitar movimentos contra a Democracia. No seu discurso, ele lembrou ainda do cantor Sérgio Reis, de Roberto Jefferson.

Mais lidas
Últimas notícias