Operações da prefeitura do Rio fecham quatro festas clandestinas

Eventos irregulares foram encerrados nos bairros do Centro, Bento Ribeiro, Botafogo e Recreio dos Bandeirantes. Os locais receberam multas

atualizado 11/04/2021 14:29

Cariocas e turistas ignoram medidas restritivas e permanecem nas areias das praias do RioAline Massuca/Metrópoles

Rio de Janeiro – A Prefeitura do Rio interrompeu quatro eventos irregulares nos bairros do Centro, Botafogo, Recreio dos Bandeirantes e Bento Ribeiro, zonas oeste e norte, entre a tarde de sábado (10/4) e a madrugada deste domingo (11/4). Os estabelecimentos foram multados e interditados pela fiscalização. Neste fim de semana de sol e temperatura alta, o carioca também foi à praia, o que está proibido.

No segundo dia fiscalização das novas medidas de restrições, foram 1.825 autuações— entre multas e interdições a estabelecimentos, infrações sanitárias, multas de trânsito, reboques e apreensões de mercadorias. No período, foram aplicadas 60 multas a bares, restaurantes e ambulantes e 39 estabelecimentos foram fechados.

Em Botafogo, no sábado (10/4), a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) interditou uma sauna com 70 pessoas. O equipamento de som foi apreendido. Na madrugada deste domingo (11/4), os agentes foram acionados para mais duas festas clandestinas.

A primeira ocorria em Bento Ribeiro, onde 120 pessoas foram dispersadas, a outra em um bar no Recreio dos Bandeirantes. As equipes encontraram os acessos fechados, tampados com plásticos e as luzes apagadas, dando uma aparência de que não havia evento ocorrendo no local. Após acessarem o espaço, encontraram cerca de 50 pessoas reunidas. O responsável foi multado e o estabelecimento interditado pela Vigilância Sanitária.

O Estado está em bandeira roxa, quando a Secretaria Estadual de Saúde, identifica o alto risco de contaminação. O prefeito Eduardo Paes já anunciou que não está descartado recuos na flexibilização.

 

0

Últimas notícias