Operação Spoofing: PF e MP pedem soltura de um dos quatro hackers

Pedido foi para Danilo Marques. Decisão cabe ao juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal

Andre Borges/Esp. MetrópolesAndre Borges/Esp. Metrópoles

atualizado 31/07/2019 18:13

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) pediram a soltura de Danilo Marques, um dos quatro presos na Operação Spoofing, que mira invasões a celulares de altas autoridades da República.

Cabe ao juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal, tomar a decisão sobre o pedido.

Na última terça-feira (30/07/2019), um pedido de soltura de Danilo foi negado durante audiência de custódia – situação em que um preso temporário é levado ao juiz, para verificação das condições de encarceramento e de necessidade de manutenção da prisão. As prisões temporárias dele e dos outros três investigados terminam na quinta-feira (01/08/2019).

Danilo é motorista de aplicativo e foi preso pela ligação com Walter Delgatti Neto, o “Vermelho”. Walter tinha contas que estavam no nome de Danilo e foram usadas para fazer as invasões em aparelhos de celulares, que podem chegar a 1.000, de acordo com a PF.

Últimas notícias