*
 
O agora ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles reafirmou nesta terça-feira (10/4), após a posse de seu sucessor, Eduardo Guardia, que seu projeto é a candidatura à Presidência da República. Ele acrescentou ter bom desempenho em pesquisas qualitativas.

“À medida em que as pessoas têm acesso a nós, que estabilizamos a economia brasileira, o Brasil agora está crescendo e tiramos o Brasil da pior recessão da história, a reação é muito forte e positiva”, considerou.

Questionado se o avanço das investigações sobre pessoas do círculo de relacionamento do presidente Michel Temer traria alguma alteração na agenda, Meirelles afirmou ser preciso aguardar o trabalho das instituições. “A agenda segue normal”, afirmou.

Ele não informou quem será o novo secretário executivo do Ministério da Fazenda. Disse que a decisão caberá a Guardia. No figurino de candidato, Meirelles posou sorridente para selfies e foi muito solícito com todos os que o abordavam.