metropoles.com

Mulher morre em incêndio provocado por bituca de cigarro em Goiás

Vítima teve mais de 90% do corpo queimado no incêndio. Morador jogou bituca de cigarro em pano com gasolina, o que causou o fogo

atualizado

Reprodução/PMGO/CBMGO
goias incendio em residencia bituca de cigarro

Goiânia – Uma mulher morreu durante um incêndio que teria sido provocado por uma bituca de cigarro, em Luziânia, município goiano no Entorno do Distrito Federal, De acordo com a Polícia Militar de Goiás, dois homens foram presos em flagrante por incêndio culposo com resultado morte. A vítima teve mais de 90% do corpo queimado.

O caso aconteceu na noite de quarta-feira (22/3). Segundo a corporação, os homens, que são irmãos, manuseavam um pano e um balde com gasolina, enquanto um deles fumava um cigarro, que caiu e deu início as chamas. A mulher que estava próxima do local teve todo o corpo atingido pelo fogo.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e, ao chegar no local, encaminhou a mulher para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Segundo a corporação, a mulher teve mais de 90% do corpo queimado com ferimentos de 2º e 3º grau. Ela não resistiu e morreu na unidade de saúde.

Ainda segundo a PM, a vítima não foi identificada, pois estava sem os documentos e estava desacordada.

Investigação

O caso deve ser apurado pelo Grupo de Investigação de Homicídio (GIH) de Luziânia. De acordo com o delegado Felipe Guerrieri, ele vizinhos e pessoas relacionadas aos investigados e a vítima devem ser ouvidos. A corporação aguarda os laudos de perícias para confirmar a causa da morte e se o incêndio foi acidental ou provocado.

O inquérito deve ser concluído em até 10 dias e encaminhado à Justiça.






Quais assuntos você deseja receber?