metropoles.com

MPF denuncia policiais envolvidos na câmara de gás em viatura da PRF

No documento, o Ministério Público Federal de Sergipe também solicita que o processo tramite sem sigilo na Justiça

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução
Policiais asfixiam homem dentro de viatura, Genivaldo Santos
1 de 1 Policiais asfixiam homem dentro de viatura, Genivaldo Santos - Foto: Reprodução

O Ministério Público Federal de Sergipe ajuizou ação criminal contra três policiais rodoviários federais envolvidos na abordagem que resultou na morte de Genivaldo de Jesus Santos, em 25 de maio, no município de Umbaúba (SE). A denúncia foi oferecida nessa segunda-feira (10/10). No documento, o órgão também pede que o processo tramite sem sigilo.

Genivaldo morreu asfixiado dentro de uma viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF). No inquérito, apresentado pela Polícia Federal no fim de setembro, os agentes foram indiciados por abuso de autoridade e homicídio qualificado (asfixia e sem possibilitar meios de defesa).

8 imagens
Paulo Rodolpho Lima Nascimento, policial envolvido na abordagem
William de Barros Noia
Viatura da PRF: Genivaldo morreu por asfixia dentro de veículo
Manifestantes pediram justiça em ato de protesto após morte de homem por asfixia
Genivaldo foi morto por policiais em uma "câmara de gás" improvisada
1 de 8

Genivaldo tinha 38 anos e sofria de esquizofrenia

Arquivo Pessoal
2 de 8

Paulo Rodolpho Lima Nascimento, policial envolvido na abordagem

Reprodução
3 de 8

William de Barros Noia

Reprodução
4 de 8

Viatura da PRF: Genivaldo morreu por asfixia dentro de veículo

Reprodução/ Polícia Federal
5 de 8

Manifestantes pediram justiça em ato de protesto após morte de homem por asfixia

Aline Massuca/ Metrópoles
6 de 8

Genivaldo foi morto por policiais em uma "câmara de gás" improvisada

Reprodução
7 de 8

Moradores protestam contra morte de Genivaldo, ocorrida após abordagem da PRF

Reprodução/ Redes sociais
8 de 8

Abordagem da PRF a Genivaldo: sem capacete

Redes sociais/Reprodução

Relembre o caso

Genivaldo morreu durante uma abordagem de policiais rodoviários federais na BR-101, em Umbaúba (SE), no dia 25 de maio, depois de ter sido trancado no porta-malas de uma viatura da PRF e submetido à inalação de gás lacrimogêneo.

A certidão de óbito entregue pelo IML à família no dia seguinte à morte apontou asfixia e insuficiência respiratória. Segundo o boletim de ocorrência, o homem foi abordado por estar sem capacete conduzindo uma motocicleta.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?