Brumadinho: veja lista de funcionários indiciados por homicídio

Foram denunciadas e indiciadas 16 pessoas, tanto da mineradora Vale quanto da consultoria TÜV SÜD

Mirna de Moura/TJMG

atualizado 21/01/2020 21:20

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) divulgou a lista das 16 pessoas denunciadas nesta terça-feira (21/01/2020) por homicídio doloso duplamente qualificado no caso do rompimento de barragem da mineradora Vale em Brumadinho (MG). Também foram denunciados funcionários da consultoria TÜV SÜD.

Também nesta terça-feira, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) indiciou os envolvidos. Além dos crimes de homicídio – foram 270 mortes registradas na tragédia, dos quais 11 vítimas ainda estão desaparecidas –, também há denúncias e indiciamentos por crimes ambientais, envolvendo inclusive as duas empresas.

Segundo a força-tarefa que investigou o caso, ficou evidenciada uma “promíscua relação entre as duas corporações denunciadas, no sentido de esconder do Poder Público, sociedade, acionistas e investidores a inaceitável situação de segurança de várias das barragens de mineração mantidas pela Vale“.

Os procuradores concluíram que a Vale operava uma “caixa-preta” para falsear as informações de seguranças das barragens e conseguir, assim, manter sua reputação e valor de mercado.

Denúncia Brumadinho by Bruna Aidar on Scribd

No rol de crimes ambientais, são listados crimes contra a fauna e contra a flora e de poluição.

Na Vale, são 11 executivos e funcionários, incluindo o ex-presidente da mineradora. À época da tragédia, eles ocupavam os seguintes cargos:

1. Fabio Schvartsman (diretor-presidente);
2. Silmar Magalhães Silva (diretor do Corredor Sudeste);
3. Lúcio Flavo Gallon Cavalli (diretor de Planejamento e Desenvolvimento de Ferrosos e Carvão);
4. Joaquim Pedro de Toledo (gerente-executivo de Planejamento, Programação e Gestão do Corredor Sudeste);
5. Alexandre de Paula Campanha (gerente-executivo de Governança em Geotecnia e Fechamento de Mina);
6. Renzo Albieri Guimarães de Carvalho (gerente operacional de Geotecnia do Corredor Sudeste);
7. Marilene Christina Oliveira Lopes de Assis Araújo (gerente de Gestão de Estruturas Geotécnicas);
8. César Augusto Paulino Grandchamp (especialista técnico em Geotecnia do Corredor Sudeste);
9. Cristina Heloíza da Silva Malheiros (engenheira sênior junto à Gerência de Geotecnia Operacional);
10. Washington Pirete da Silva (engenheiro especialista da Gerência Executiva de Governança em Geotecnia e Fechamento de Mina);
11. Felipe Figueiredo Rocha (engenheiro civil, atuava na Gerência de Gestão de Estruturas Geotécnicas).

Na TÜV SÜD, são cinco indiciados:

1. Chris-Peter Meier (gerente-geral da empresa);
2. Arsênio Negro Júnior (consultor técnico);
3. André Jum Yassuda (consultor técnico);
4. Makoto Namba (coordenador);
5. Marlísio Oliveira Cecílio Júnior (especialista técnico).

Últimas notícias