Maiores de 18 anos podem receber 3ª dose de vacina nesta quinta em SP

Adultos que tomaram a segunda dose de vacina contra Covid-19 há pelo menos cinco meses já podem retornar aos postos de vacinação na capital

atualizado 17/11/2021 9:06

Ponto de vacinação em farmácia na Avenida Paulista em SPFábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – A cidade de São Paulo começará a oferecer na quinta-feira (18/11) as doses de reforço da vacina contra Covid-19  para os maiores de 18 anos. Adultos que receberam a segunda dose de Coronavac, Astrazeneca ou Pfizer há pelo menos cinco meses já podem conferir o calendário de vacinação e se dirigir a um posto de imunização.

Na quinta-feira (18/11), os postos de vacinação estarão aplicando a dose de reforço nas pessoas que receberam a segunda dose até o dia 27/4. Na sexta-feira (19/11), é a vez dos que tomaram a segunda dose até 17/6.

A prefeitura de São Paulo estima vacinar 800 mil pessoas desses dois grupos. O imunizante oferecido para a dose de reforço é fabricado pela Pfizer.

0

A população pode consultar a lista completa de postos de vacinação no serviço Vacina Sampa e também pode acompanhar o tempo de espera médio na plataforma De Olho na Fila.

Dose de reforço

Segundo o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, a oferta da dose de reforço vai oferecer ainda mais segurança aos moradores de São Paulo. “No final de semana, a capital ultrapassou a marca de 1 milhão de doses de reforço aplicadas na cidade de São Paulo”, lembrou o secretário.

A capital paulista continua oferecendo também a primeira e a segunda doses para os maiores de 18 anos e para os adolescentes de 12 a 17 anos. Também ocorrer ainda a imunização com a dose de reforço para os maiores de 60 anos e para trabalhadores da saúde e da educação.

Balanço da vacinação

A cobertura vacinal da população com mais de 18 anos em São Paulo está em 108,3% para primeira dose e dose única e em 98,1% para segunda dose e dose única.

Em adolescentes de 12 a 17 anos, foram aplicadas 884.337 primeiras doses, chegando a uma cobertura vacinal de 104,8%. Também foram aplicadas 230.540 segundas doses nesse grupo.

Mais lidas
Últimas notícias