*
 

Encerrado o prazo para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se entregar à Polícia Federal, manifestantes contrários ao petista começam a gritar em frente à sede da Superintendência da PF, em Curitiba: “Lula foragido”.

Um outro grupo de manifestantes em frente à sede da Polícia Federal, em São Paulo, fez contagem regressiva quando faltavam poucos segundos para as 17h, prazo dado pelo juiz Sérgio Moro ao ex-presidente. Quando o relógio marcou o horário aguardado, os apoiadores da prisão do político abriram uma garrafa de espumante e comemoraram. “Lula na cadeia”, falaram.

As últimas informações, passadas pelo senador João Capiberibe (PSB-AP), dão conta de que os advogados de Lula negociam com a PF os termos da entrega do ex-presidente.