Luciano Hang compara depoimento na CPI a “tribunal da inquisição”

Após depoimento na CPI da Covid-19, o empresário Luciano Hang afirmou ter sido "perseguido" e "humilhado" por senadores

atualizado 29/09/2021 19:53

Rafaela Felicciano/Metrópoles

Em sua conta no Twitter, Luciano Hang afirmou que foi “perseguido” e “humilhado” durante depoimento dado nesta quarta-feira (29/9) na CPI da Covid-19. O empresário bolsonarista comparou a ocasião a um “tribunal da inquisição”. Segundo ele, foi tratado como um “bandido”.

Veja a seguir o post do empresário:

A declaração foi publicada após o encerramento da sessão em que Luciano Hang afirmou, entre outras coisas, que não se vacinou contra a Covid-19 e que tomou conhecimento da adulteração na certidão de óbito da mãe, Regina Hang, pela CPI da Covid-19. Para ele, o colegiado foi “induzido ao erro” pelo dossiê elaborado por ex-médicos da operadora de saúde, no qual constam denúncias contra a empresa.

Veja como foi:

Em oitiva na terça-feira (28/9), a advogada dos profissionais de saúde desligados da Prevent, Bruna Morato, relatou que médicos eram obrigados pela operadora a receitarem medicamentos ineficazes contra a Covid-19 aos pacientes. A empresa também desestimulava o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs).

No depoimento aos senadores, a advogada informou que a mãe do empresário recebeu os medicamentos hidroxicloroquina, ivermectina, azitromicina e colchicina. “Segundo consta no prontuário, ela fez uso do tratamento preventivo”, disse a depoente.

“Ela dá entrada por Covid e, no período em que ela passa na internação, a doença evolui, como de outros pacientes com Covid-19, mas essas informações não são retratadas na declaração de óbito”, completou Bruna Morato.

0

Aliado do mandatário da República, o empresário – que assumiu a alcunha de Veio da Havan, dada por críticos – é suspeito de ter financiado a disseminação de fake news em blogs bolsonaristas e o grupo de consultores informais do presidente Jair Bolsonaro.

Outra situação que envolve Hang e a operadora de saúde Prevent Senior é o caso da possível alteração na certidão de óbito da mãe dele, Regina Hang, supostamente a pedido do próprio empresário.

Mais lidas
Últimas notícias