Fãs se irritam após terno de Luciano Hang na CPI ser comparado com Louro José

No Twitter, internautas questionaram se o icônico papagaio de Ana Maria Braga estaria depondo no Senado Federal

atualizado 29/09/2021 15:23

Hang depõe na CPIRafaela Felicciano/Metrópoles

Luciano Hang, dono das lojas Havan, está depondo na CPI da Covid-19, no Senado Federal, nesta quarta-feira (29/9). Com um look verde e amarelo, o empresário virou piada na web. Internautas compararam Hang com o Louro José, o icônico papagaio do programa Mais Você, comandado por Ana Maria Braga.

“Eu acho uma falta de respeito com a memória do Louro José estarem o comparando com esse sujeito que está depondo na CPI”, disse um internauta no Twitter.

“Alguém sabe me dizer porque o Louro José está depondo na CPI?”, questionou outro, com uma foto de Hang durante sua oitiva. “Louro José pediu a roupa dele de volta”, comentou mais um.

Veja as reações:

0
Hang na CPI

Luciano Hang negou à CPI da Covid-19 ter feito parte do “gabinete paralelo”, grupo de aconselhamento ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na condução da crise sanitária no Brasil provocada pelo novo coronavírus. A ida de Hang ao colegiado também faz parte do esforço concentrado dos senadores para apurar irregularidades que envolvem a operadora de saúde Prevent Senior.

Aos senadores, o empresário afirmou que nada deve e não fez nada de errado. “A CPI não tem provas contra mim”, assinalou. “Não conheço, não faço e nunca fiz parte do gabinete paralelo, nunca financiei esquema de fake news e não sou negacionista”, afirmou.

Pouco depois das 12h, a sessão foi suspensa. O senador Rogério Carvalho (PT-SE) acusou os advogados do empresário Luciano Hang de o desrespeitarem. As imagens transmitidas pela TV Senado, contudo, não mostraram a suposta ofensa do defensor ao parlamentar.

Hang chegou ao Senado pouco depois das 10h e falou com a imprensa. Ele afirmou que, ao contrário de outros depoentes, chega ao colegiado sem um habeas corpus que lhe concede o direito de não responder perguntas durante a oitiva.

Mais lidas
Últimas notícias