Lancha de suspeito preso seguiu barco de jornalista e indigenista

Policiais afirmaram que o suspeito foi visto perseguindo barco de Dom Phillips e de Bruno Pereira em Atalaia do Norte, no Amazonas

atualizado 08/06/2022 15:33

Amarildo da Costa de Oliveira preso pela polícia Arquivo pessoal

Policiais militares responsáveis pela prisão de Amarildo da Costa de Oliveira, de 41 anos, conhecido pelo apelido de Pelado, afirmaram ao jornal O Globo que a lancha do investigado foi vista perseguindo o barco do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips, após ambos deixarem a comunidade Ribeirinha São Rafael.

De acordo com as investigações, Pelado estaria acompanhado de mais quatro suspeitos que estão sendo procurados pela Polícia Militar do Amazonas.

Testemunhas afirmaram aos policiais que o barco do suspeito, apreendido pelos investigadores, passou em alta velocidade atrás da embarcação em que Bruno Pereira e Dom Philips estavam. Segundo informações, o indigenista tinha uma visita agendada com o líder comunitário da região apelidado de “Churrasco”, tio de Amarildo da Costa de Oliveira. A reunião tinha como objetivo tratar do trabalho conjunto entre os ribeirinhos e indígenas na vigilância do território.

Churrasco foi detido na segunda-feira (6/6) para prestar esclarecimentos à polícia na condição de testemunha.

Amarildo da Costa de Oliveira irá prestar novo depoimento à polícia nesta quarta-feira (8/6). Em seguida, passará por audiência de custódia.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias