Toffoli defende “debates críticos no mundo fragmentado de hoje”

Declaração do presidente do CNJ foi feita durante a posse dos novos conselheiros, a juíza Candice Lavocat e o desembargador Canuto Neto

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 11/09/2019 7:57

Durante a cerimônia de posse dos novos conselheiros do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), nesta terça-feira (10/09/2019), o presidente do órgão, Dias Toffoli, defendeu “debates críticos” para conquistar a “paz social”. Para ele, o diálogo contribui para o “engrandecimento e contínuo aprimoramento do Judiciário brasileiro“.

“No mundo complexo e fragmentado de hoje, precisamos construir pontes por meio de debates críticos e soluções dialogadas que nos conduzam à conquista da paz social por meio da resolução adequada dos conflitos, da garantia do pleno acesso à Justiça e do exercício da cidadania”, declarou Toffoli.

 

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente do CNJ afirmou que recebeu com “grande satisfação” os novos conselheiros — a juíza federal Candice Lavocat Galvão Jobim e o desembargador federal Rubens de Mendonça Canuto Neto.

Toffoli citou ainda as atuações dos novos integrantes do CNJ. “É esta composição plural e diversificada que faz do Conselho Nacional de Justiça uma instituição fortalecida e legitimada pelos diversos olhares e pela riqueza de experiências trazidas por seus integrantes”, avaliou.

Últimas notícias