*
 

A Polícia Federal (PF) já está se preparando para cumprir uma ordem de prisão contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A afirmação é da Revista Veja desta semana. A publicação afirma ainda que a corporação batizou a operação de “Dia D” da Lava Jato. Cerca de 350 agentes estariam envolvidos no esquema, além de um avião e mais o apoio da Polícia Militar.

Para evitar o acaloramento do discurso petista e de seus militantes, de que o ex-presidente é uma vítima de uma  caçada judicial, a PF teria concordado em não usar algemas nem colocá-lo em um camburão. A expectativa é que a prisão ocorra na casa do político, em São Bernardo do Campo (SP), mas pode ser combinado com a defesa de Lula que ele se entregue.

Ainda de acordo com a reportagem, nesse esquema, caberia à PM conter protestos nas ruas e isolar as avenidas consideradas estratégicas para a operação. Caso o ex-presidente seja mesmo detido em São Paulo (o que teria maior probabilidade de acontecer), Lula será transferido logo em seguida para Curitiba (PR), em um jato que também está sendo preparado.

Na capital paranaense, há quatro locais onde Lula poderá cumprir a sentença, de acordo com a Veja: o quartel do Exército, a Base Aérea de Curitiba, a Superintendência da Polícia Federal ou o Complexo Médico-Penal. Há ainda a possibilidade de o juiz autorizar o cumprimento da pena em São Paulo, já que a família do ex-presidente vive por lá.

Segundo a Veja, a alta cúpula do PT acredita que o pedido de prisão possa acontecer ainda neste mês de março. Em 24 de janeiro, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região manteve a condenação em segunda instância e ampliou a pena para 12 anos e 1 mês de reclusão.