Ouça o áudio em que Janot conta que mataria Gilmar Mendes

O ex-procurador-geral da República disse que chegou ao limite após o ministro ter feito insinuações sobre a filha dele

Hugo Barreto/Metrópoles

atualizado 27/09/2019 13:21

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot revelou nessa quinta-feira (26/09/2019) intenção de matar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes e depois tirar a própria vida. Essa situação aconteceu no momento mais tenso da passagem de Janot pelo cargo, que chegou a ir armado a uma sessão na Corte.

Em áudio da revista Veja, o ex-procurador-geral conta detalhes. “Cheguei no meu limite e fui armado”, revelou. “A minha ideia era de que ia dar um tiro na cara dele e depois ia me suicidar, na antessala do Supremo”, detalhou.

Em seguida, sem citar o nome de Gilmar Mendes, contou que quando chegou à antessala, o alvo estava no local. “A energia do destino me levou até aqui”, pensou, na época. “Tirei [a arma de fogo], engatilhei e fui para cima dele”, relatou o ex-PGR.

Janot explicou que os dedos da mão direita e esquerda tinham travado quando tentou puxar o gatilho e atirar no ministro do Supremo. Por fim, contou que passou mal e saiu do lugar.

Últimas notícias