Justiça concede prisão domiciliar a João de Deus

Condenado a mais de 40 anos por crimes sexuais, o médium terá que cumprir medidas cautelares, como o uso de tornozeleira eletrônica

Filipe Cardoso/Especial para o Metrópoles

atualizado 30/03/2020 17:29

A juíza Rosângela Rodrigues dos Santos, da Comarca de Abadiânia, concedeu prisão domiciliar ao médium João de Deus. Os advogados do religioso alegaram que ele tem 78 anos e, além disso, vários problemas crônicos de saúde.

A defesa informou que o médium ainda está preso e aguarda a emissão do alvará de soltura nesta semana. João de Deus foi condenado a mais de 40 anos de prisão por crimes sexuais.

A decisão foi proferida na quinta-feira (26/03) e impõe restrições a João de Deus, como a entrega do passaporte ao Judiciário, uso de tornozeleira eletrônica e proibição de frequentar a casa Dom Inácio de Loyola, onde ele atendia. A magistrada destacou ainda que médium não poderá manter contato com as vítimas.

Últimas notícias