Celso de Mello envia pedidos de impeachment do general Heleno à PGR

As petições dizem respeito à nota emitida pelo GSI sobre uma eventual apreensão do celular do presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Ministro Augusto Heleno, do GSIRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 29/05/2020 8:03

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello enviou à Procuradoria-Geral da República (PGR) para parecer três pedidos de impeachment contra o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno.

As petições dizem respeito à nota emitida pelo GSI sobre uma eventual apreensão do celular do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). No comunicado, Heleno disse que o pedido era “inconcebível” e “inacreditável”.

0

O ministro classificou a medida como uma “afronta” a Bolsonaro e poderia “ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”.

Nos pedidos de impeachment — feitos pelo PDT e pelas deputadas federais Margarida Salomão (PT-MG) e Natália Bonavides (PT-RN) — alegam que o general incorreu em crimes contra a Lei de Segurança Nacional e de responsabilidade contra o livre exercício do Poder Judiciário

O ministro Celso de Mello é relator do pedido de impeachment de Heleno no STF.

 

Últimas notícias