Barroso: “Só pode desejar a ditadura quem perdeu a fé no futuro”

No ano passado, a frase foi publicada pelo ministro, também nas redes sociais, em meio a protestos pedindo o fechamento do Congresso

atualizado 17/09/2021 20:45

Luís Roberto BarrosoIgo Estrela/Metrópoles

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), resgatou um pensamento elaborado por ele mesmo, no ano passado, que diz: “Só pode desejar a ditadura quem perdeu a fé no futuro e sente saudades de um passado venturoso que não houve”. A frase foi publicada nas redes sociais, em dicas da semana, nesta sexta-feira (17/09).

Barroso também indicou aos seguidores o livro O que é isso, companheiro?, escrito por Fernando Gabeira, e a música Aquele Abraço, de Gilberto Gil.

No ano passado, a frase foi publicada pelo ministro, também nas redes sociais, em meio a protestos pedindo o fechamento do Congresso Nacional e do Supremo.

O pensamento voltou à tona após o 7 de Setembro, onde apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foram às ruas com a intenção de “invadir o STF” e substituir os ministros da Corte.

Últimas notícias