João Doria denuncia que “fanáticos extremistas” ameaçam sua família

Nesse domingo (21/3), o governador de São Paulo foi surpreendido com manifestações bolsonaristas em frente à própria residência

atualizado 22/03/2021 16:43

O governador João Doria (PSDB), participa do início da vacinação drive-thru na praça Charles Miller, zona oeste de São Paulo, nesta segunda-feira (8/2).Fábio Vieira/Metrópoles

Nesta segunda-feira (22/3), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), denunciou que ele e sua família vêm sendo alvos de “ameaças” por parte do que chamou de “fanáticos extremistas”.

“Nas últimas semanas, estes fanáticos extremistas aumentaram o tom das agressões a mim e ao governo de São Paulo”, declarou Doria, em nota divulgada pelo PSDB nas redes sociais.

“As ameaças, porém, se estendem agora à minha família: minha esposa, Bia, e aos nossos filhos”, completou.

Veja a íntegra:

As possíveis ameaças teriam surgido em meio a manifestações que pedem pela saída do governador. Nesse domingo (21/3), bolsonaristas se reuniram em frente à residência do tucano, em Pinheiros, São Paulo, para mostrar insatisfação em relação à condução da pandemia da Covid-19 por parte do tucano.

Vale ressaltar que João Doria tem defendido medidas intensivas para conter o avanço da Covid-19 no estado de São Paulo. Ao fim do documento, o tucano ainda declarou que o que espera para o país é “paz, união e vacinas”.

0

Últimas notícias